20 maio 2014

ESCOLHA A ALEGRIA!


   Alguns anos atrás, li uma citação de Paul Sailhamer que disse que a alegria vem de saber que Deus está no controle de nossa vida.

 Gostei bastante da frase, mas queria mais palavras sobre o assunto, a fim de expressar de forma adequada o que acredito que as Escrituras ensinam sobre como viver uma vida alegre.
 Escrevi uma definição de alegria e a memorizei, de modo que, nos momentos em que me sinto trêmula, possa lembrar a mim mesma esta verdade poderosa: a alegria é a firme certeza de que Deus está no controle de todos os detalhes de minha vida, a serena confiança de que, no final, tudo vai dar certo, e a obstinada escolha de louvar a Deus em todas as coisas.

 Entendeu? A alegria é uma firme convicção sobre Deus. É uma confiança tranquila em Deus. Uma opção imutável de dar meu louvor a Deus. Vou repetir essa definição ao longo de todo o livro, porque ela precisa ficar impregnada em sua alma. Minha oração é que você a memorize também e que ela venha à sua mente toda vez que o mundo parecer desmoronar. Sei quão profundamente a minha vida muda conforme desenvolvo uma certeza firmada sobre Deus e sua bondade.

 Minha confiança em Deus cresce à medida que creio que ele está trabalhando nos bastidores para ajustar todos os detalhes de minha vida a seu plano bom. E minha determinação de dar meu louvor a Deus me conduz lentamente à alegria que sempre desejei. Quero que o mesmo aconteça com você!

 Quando digo “Tudo vai dar certo”, não é o mesmo que dizer: “Não se preocupe, seja feliz”, ou alguma outra frase bacaninha. Acreditar que no final tudo vai dar certo leva em conta acidentes de carro, câncer, falência, aborto, depressão e todas as outras aflições que enfrentamos.

 Escolher acreditar que Deus está sempre trabalhando, tecendo os fragmentos de nossa vida, sempre no controle de tudo, significa que a vida vai cooperar para nosso bem e para a glória dele.
 É claro, nós queremos todas as respostas agora, hoje, neste momento. E queremos mais que respostas simples. Queremos explicações em três vias, com uma certificação de que Deus encontra-se qualificado para tomar tais decisões — muito obrigada. É por isso que a expressão no final está em nossa definição de alegria. Deus não promete respostas ou explicações sob demanda. Ele promete alegria.

 Portanto, alegria é muito mais que coisas externas. É muito mais que o sentimento feliz, vertiginoso, que pode surgir a todos nós de vez em quando. A alegria de que Deus fala em sua Palavra é algo com que você pode contar. Não tem nada a ver com as circunstâncias da vida — o que, descobri também, é uma notícia muito boa.

 A alegria é uma escolha. O nível de alegria que você experimenta depende por completo de você. Não depende de mais ninguém - o que os outros fazem ou não, como se comportam ou não. A alegria não pode ser manipulada pelas ações de seres humanos frágeis. Não depende do nível de tristeza, sofrimento ou dificuldade que você suporta.

 A alegria não pode ficar refém do medo, da dor, da raiva, da decepção, da tristeza ou do pesar. No final do dia, qualquer dia que seja, a dose de alegria que você experimenta é a dose exata de alegria que escolhe experimentar. É você, meu amigo, minha amiga, quem está no comando. Quanto mais cedo abraçar essa realidade básica, mais cedo será capaz de viver uma vida de maior alegria.

 A alegria não é apenas um complemento simpático à vida cristã, a cereja no topo do bolo. A alegria é o propósito de Deus para sua vida. É hora de abraçá-la!

* O texto acima foi escrito por Kay Warren (esposa do Pr. Rick Warren) no livro ESCOLHA A ALEGRIA, que algumas semanas atrás foi lançado pela Editora Mundo Cristão. O texto também foi publicado no Blog da editora.
 Deus te abençoe!

 Pr. Sérgio Müller
Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...