12 agosto 2013

O destino dos dízimos e das ofertas

   Um assunto atual e bastante abordado, inclusive pela mídia, é o destino dos dízimos e ofertas recolhidos nas igrejas. A igreja local, enquanto comunidade precisa rever seus investimentos e o destino dado a dízimos e ofertas.  A igreja precisa estar atenta para não repetir o modelo de distribuição de renda que existe nos países, onde 10% da população concentram 90% da renda. As contribuições não podem concentra-se em algumas pessoas, beneficiando-as em detrimento dos demais.

   Tal prática, um pecado social, apenas reproduzira o modelo já existente no mundo. A história está repleta de exemplos: impérios mantidos a custa de mão de-obras escrava.  Cabe aos líderes cristãos e, por tanto, conhecedores da palavra de Deus analisar a coerência de seus salários quando confrontados com a realidade de suas igrejas, afim de que possam ser visto “servindo de exemplo ao rebanho” (1 Pe 5.3).

   Se a concentração de renda ocorrer, a igreja estará praticando mais uma injustiça social na comunidade, em vez de mostrar-se como exemplo de justiça social. Isaias diz que “a obra da justiça será a paz, e o efeito da justiça será sossego e segurança para sempre” (Is 32.17). O injustiçado sente-se incomodado e perde a paz. A comunidade cristã, a igreja local, só pode desfrutar de paz se acompanhada de justiça.

   Aprendamos com o exemplo de Jesus e do apóstolo Paulo. Ambos dividiram  com o necessitado . Na igreja  em Jerusalém, não foi diferente, os lideres ajudavam os necessitados. Precisamos ter cuidado para que as estruturas institucionais não promovam a concentração de renda. Se uma igreja local cria estrutura que beneficia apenas alguns, e não o próximo, tendo como base uma interpretação errônea da Bíblia, isso não é cristianismo.

Adaptado pelo Pastor Cícero Manuel                                                                                       
Fonte: Uma igreja que faz e acontece. ( Livro)                                                           
Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...