04 agosto 2002

A impressão que deixamos.


“Ela disse a seu marido: Vejo que este que passa sempre por nós é santo homem de Deus.” - 2 Reis 4:9
Que impressão Elizeu já causara àquela gran­de mulher de Suném! Ainda não fizera, todavia, nenhum milagre na casa dela, nem há qualquer re­gistro de que houvesse feito qualquer declaração profética. Simplesmente se acostumara a visitá-los, quando por ali passava, compartilhando de alguma refeição. A mulher não o poderia conhecer muito bem, mas disse ao seu marido: “Vejo que ele é um homem de Deus”. Aparentemente, não foi o que ele disse ou fez que lhe causou tal impressão, mas, sim, o que ele era. Quando ele chegava, ela sentia a presença de Deus nele.
Que sentem as pessoas quanto a nós? Todos nós deixamos alguma impressão, de um tipo ou outro. Percebem que somos inteligentes? que so­mos talentosos? que somos isto ou aquilo? As visitas de Elizeu tinham um efeito bem claro: deixavam naquele lar a impressão do próprio Deus.
W. Nee
Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...