24 outubro 2011

Repúdio à discriminação de novela global




Durante essa semana foi exibida para a apreciação do povo brasileiro pela Rede Globo de televisão, várias cenas da mais recente novela Global, “Aquele Beijo”, fazendo mostra de cenários do interior do Estado da Paraíba, especialmente retratando ambientes de miséria, fome e sofrimento do povo, sob o castigo iminente das mazelas sociais.

Tomei conhecimento do assunto ao ouvir o programa semanal do Governo do Estado, onde o Governador Ricardo Coutinho, falava que a Paraíba seria mostrada em uma novela global a nível nacional e que isto seria muito importante para o nosso Estado.

De imediato, suscitou-me uma dúvida: “o que a globo irá mostrar?”, cenas de nossas lindas praias? A riqueza da cultura de nosso povo? O farol do cabo branco? O por do sol na praia do Jacaré ao som do bolero de Ravel? A areia vermelha? As pedras do Ingá? As pegadas dos Dinossauros em Sousa? O lajedo de Pai Mateus em Cabaceiras? Dentre outros, importantes cenários paraibanos.

A resposta é Não! Na verdade, a emissora faz questão mais uma vez de mostrar os cenários sociais mais deploráveis de nosso Estado, quando logo em seguida, exibe de forma alargada as belezas da orla carioca e suas nuances sociais elitizadas e burguesas, e, neste caso específico, oculta as imagens da miséria social presente nas favelas do Rio de Janeiro, e estampam a da Paraíba.

A Rede Globo ao exibir cenas deploráveis do nosso Estado, esquece que a Paraíba é presenteada pela natureza que há muito lhe foi muito generosa concedendo-lhe diversos cenários de beleza rara, que se expressam em suas praias lindíssimas, com águas mornas, areias brancas e imponentes coqueirais, onde o sol nasce primeiro e brilha o ano inteiro.

Esquece da nossa capital João Pessoa, que por sua vez adorna a beleza do Estado, em seus parques e espaços diversos, condecorados por ambientes arborizados que a enche de verde, tornando-a uma das mais belas paisagens nordestina
.
No interior, a emissora despreza cenários importantes que poderiam ser exibidos em cenas cinematográficas admiráveis, e quando os utiliza, os personagens do momento são vítimas da mais cruel expressão de miséria, ocultando a beleza, a higiene e o modo de vida de muitos dos nossos conterrâneos.


A novela “Aquele Beijo” da Rede Globo despreza:
A riqueza histórica e cultural dos Sítios Paleontológicos do Ingá, as pedras Itacoatiara - inscrições rupestres consideradas das mais importantes do mundo;
O Vale dos Dinossauros, no município de Sousa no alto sertão paraibano;
Os caminhos do frio no brejo paraibano;
A Serra da Borborema onde Campina Grande oferece o maior São João Mundo;
Os pratos saborosos de sua culinária recheados de um tempero especialmente regional;
As obras artesanais que expressam a sensibilidade e o talento de nosso povo;
As igrejas e os conventos, os sobrados coloniais, ricos monumentos que representam a arte barroca e colonial da Paraíba;
A hospitalidade de nosso povo, sempre alegre cordial para com os que aqui chegam.
Assim é a Paraíba de 400 anos de beleza e emoção no Nordeste brasileiro que oportunamente precisa ser vista de perto, pois, ao longe, a Rede Globo, a discrimina, a humilha e a execra, ridicularizando a nossa cultura e a nossa gente.

Aqui se expressa o nosso repúdio a exibição de cenas da novela “Aquele Beijo”, onde a emissora retratou a Paraíba como sendo um Estado que só tem fome e miséria, prejudicando inclusive o turismo, tão importante e necessário ao desenvolvimento econômico e social de nosso Estado.
Faça sua parte, emita opinião, compartilhe esse texto, discuta esse assunto com a sua comunidade.




Marcos Vieira - com Ivanilson Gouveia

Publicado no site www.agitaparaiba.com
Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...