28 março 2011

Sem Querer, roubou o ladrão




Em uma cidade muito violenta, uma jovem viajava de trem quando, de repente, ela olhou para o pulso de um ”morenão “e viu o seu relógio. Mais do que depressa, cheia de raiva, ela tirou da bolsa uma escova de pentear e colocou a ponta do cabo nas costelas do rapaz e disse: Passa-me o relógio ou eu atiro. Mais do que depressa, o rapaz entregou o relógio para ela. Apavorada, ela desceu na próxima estação e saiu correndo. Entrou em uma loja e, escondida, pediu o telefone emprestado e ligou para a sua mãe, dizendo: Mãe, eu estava no trem e de repente eu olhei no pulso de um “Morenão” e vi o meu relógio. Não aquentando aquilo, pegue a escova de pentear, coloquei o cabo dela contra as costas dele e o fiz entregar o meu relógio. A mãe, do outro lado, sorriu e disse: Minha filha, o seu relógio está aqui no seu quarto em cima da cômoda. Quem roubo o relógio do rapaz foi você. Que mundo é esse! Quantas vezes fazemos julgamento precipitados e acabamos prejudicando pessoas inocentes? Cuidado com as atitudes precipitadas. Pense, pondere, avalie, analise, para depois agir de forma acertada.
Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...