06 março 2010

Se for presidente, evangélica Marina Silva diz que não será contra casamento gay



Senadora fez esta declaração em entrevista coletiva

Na internet, uma informação divulgada pelo jornal Correio do Estado coloca a senadora evangélica Marina Silva (PV) em evidência e mergulhada numa polêmica. Em declaração durante uma entrevista coletiva, a pré-candidata a presidência da República afirmou que seu programa de governo não tem a intenção de ser contrário ao casamento entre gays.

Segundo posicionamento do veículo de comunicação, a expectativa era para que a senadora se posicionasse contra a união civil entre pessoas do mesmo sexo. No entanto, a declaração da ex-ministra do governo Lula, causou burburinhos.

Marina disse os repórteres que, caso vença as eleições de outubro, sua gestão não será contra ao casamento homossexual. Ela pertencente à igreja Assembleia de Deus, que como todas as igrejas evangélicas não apoia nenhum tipo de ação a favor dos direitos homossexuais.

A senadora disse: "Minha posição pessoal não se coloca relevante para o Estado, para políticas públicas. Minha posição pessoal é a luz da minha fé, não tenho como pensar diferente. Em relação a discriminar qualquer pessoa, o Estado não vai fazer isso de forma alguma."

A declaração da pré-candidata causou polêmica entre jornalistas e evangélicos. Mesmo explicando que sua fé condena a prática homossexual, Marina Silva declara que a pressão contra os gays, consequentemente a discriminação ferrenha, não fará parte de sua política para o Brasil.


Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...