06 março 2010

A religião de circunstância


A forma de culto que o rei Saul prestava à Deus não foi agradável, tendo sido este o principal motivo da sua regeição, isso mostra-nos que nem todos os sistemas de culto agradam a Deus.

O profeta Samuel adivertil à Saul que forçado pelas circunstâncias ofereceu holocáusto, (I Samuel 13:12-13) O texto mostra-nos uma atitude de quem pratica religião por circunstância.

A historia mundial é repleta de modelos desta forma de religião. No século XIII a Igreja Romana impôs um tribunal com plenos poderes para perseguir e condenar as pessoas que se mostrassem contrarias às suas doutrinas consideradas oficiais.

A inquisição adotou os mais violentos métodos, que iam desde tortura a morte na fogueira. Muitos, temendo a tal violência e para escapar da morte, faziam falsas confisões e aceitavam a religião imposta. Os "convertidos" passavam a ser chamados de "cristãos novos" era uma religião de circunstância.

Toda sociedade conhece a história da escravidão que milhões foram considerados como sub-humanos e viveram sugeitos a tratamentos desprezíveis, com tudo, muito contribuíram para a econômia e cultura dos países. Por mais estranho que pareça os seus Senhores achavam por bem impor a sua religião aos escravos. Os escravos segregados até podiam assistirem a missa, isso após conduzirem os seus Senhores em liteiras carregadas aos ômbros. Era uma religião de circuntância.

Houve um período em que me apegava a "religiãos de meus pais" não por que tivesse qualquer convicção religiosa, mas, por que julgava meu dever guardar uma tradição. Seguia assim a religião por circunstância.

A qui no Brasil houve uma época que os funcionários públicos eram convocados para assistirem as cerimônias religiosas da religiãos "oficial" em determinadas ocasiões. Sua presença era exigida sob pena de sofrerem severas represálias. Quantos sacrificaram a sua consciência para não perderem um lugarzinho no emprego público!Tais cerimônias eram uma religião de circunstância.

A religião que praticamos apenas para agradar aos pais, a esposa, ao marido, aos avós... não passa de uma religião de circunstância. A religião que seguimos apenas para satisfazer caprichos de quem quer que seja é uma religião de circunstância. Ela pode até agradar aos homens mas nunca à Deus.

A genuína religião tem de ser pessoal, de coração e espontânia. É a relião que tem Jesus como tema principal por que só Ele é o caminho a verdade e a vida. No amor de Cristo (Pr. Cícero).
Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 comentários:

olá...
eu também já fui assim... era católica não praticante rsrsr(se é que isso existe)só para não dizer que não era nada, até encontrar Jesus Cristo e Ele mudar minha história!
Muitos creem em coisas que não levam a nada,não fazem nada, não adiantam nada... mas quando cremos em Cristo tudo muda!!!
Saul manteve sua coroa, mas perdeu o mais importante: A preseça de Deus em sua vida...
Para béns pelo blog, Deus te abençoe e toda familia.que capacite cada dia mais a fazer Sua vontade e anunciar Sua palavra...
a paz, nanda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...