25 dezembro 2008

O natal de Jesus.


Introdução

O mundo não pode esquecer-se de Cristo enquanto se lembrar da história, pois, ele é o agente estabilizador da história A.C e D.C. omiti-lo da história seria como omitir da astronomia as estrelas ou da botânica as flores, sua vida impactou a história da humanidade perdida, pois ele nos trouxe a esperança firmada na eternidade. O profeta Isaías previu isto quando escreveu o seguinte: " ... o mesmo Senhor vos dará um sinal: eis que a virgem conceberá e dará a luz a um filho, e chamará o seu nome Emanuel " ( Is. 7:14 ). Em concordância com isto o apóstolo Paulo escreveu aos Gálatas: " Vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu filho, nascido de mulher, nascido sob a lei " ( Gál. 4:4 ). Este sinal profético foi dado a Acáz como garantia da esperança de Judá em meio as adversidades, e assim, ele tem um cumprimento imediato e histórico. O seu uso no novo testamento descrito em Mat. 1:23, mostra que ele também tem um cumprimento messiânico em Jesus Cristo, Emanuel ( o Deus conosco ). No texto descrito aos Gálatas, Paulo mostra que de fato Cristo veio no tempo estabelecido por Deus quando todo o cenário estava preparado para a aparição do personagem principal da história. Portanto, quando lemos a sagrada escritura, compreendemos o porque o natal de Jesus é uma esperança firmada na eternidade.

É um convite a crer na veracidade das profecias -
Não apenas o texto de Isaías 7:14, mas quando lemos também Isaías 9:6, que diz: " Um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome maravilhoso, conselheiro, Deus forte, pai da eternidade, princípe da paz. " Em todo o ministério de Jesus cumpriu-se integralmente as profecias a respeito de seu nascimento, cegos viram, coxos andaram, surdos ouviram, mortos ressuscitaram e etc. Os anjos desceram e cantaram " Glória nas alturas e paz na terra, porque o príncipe da paz chegou como sinal da boa vontade de Deus para com os homens " ( Luc. 2:14 ).

É uma mensagem de esperança - No mundo de pessimismo, de tristezas e densas trevas o nascimento de Jesus traz uma verdadeira mensagem de esperança, por isso mesmo, o profeta Isaías escreveu o seguinte: " O povo que andava em trevas, viu uma grande luz, e sobre os que habitavam na região da sombra da morte resplandeceu a luz " ( Is. 9:2 ). Assim bem como o apóstolo Paulo, deixou isto bem claro no inicio da sua primeira carta a Timóteo quando disse: " Cristo esperança nossa " ( I Tim. 1:1 ). A luz do resplendor tecnológico e científico da humanidade ofusca-se com o brilho dessa luz que Cristo afirmou ser " Eu sou a luz do mundo " ( Jo. 8:12 ), deve haver em nós a mesma esperança que houve em Simeão que aguardava a consolação no templo, e quando viu alegrou-se dizendo: " Agora, Senhor, despedis em paz o teu servo, pois os meus olhos viram a tua salvação, a qual tu preparaste perante a face de todos os povos, luz para iluminar as nações e para a glória do teu povo. " ( Luc. 2:29 - 32 ).

É motivo de renovação para darmos graças a Deus - O anjo do Senhor orientou os magos para não temerem, antes pelo contrário, disse: " vos trago novas de grande alegria que será para todo o povo " ( Luc. 2:10 ). Portanto, devemos nos encher a cada dia com essas novas de alegria para que então possamos dar graças a Deus pela paz que desfrutamos, pois Jesus Cristo nos trouxe esta paz, devemos dar graça pela salvação gratuita no cordeiro que tira o pecado do mundo, devemos dar graça por seu nascimento que ligou o céu com a terra, graças por aceitar o natal de Jesus como festa do Espírito sem simbolismos exagerados, e então dizer: " O Senhor Deus é a minha força e o meu cântico e se tornou a minha salvação " ( Is. 12:2 ).

Conclusão

Seja o natal de Jesus Cristo poderoso apelo do amor de Deus aos nossos corações, para que nos tornê-mos mais íntimos de Deus a cada dia. Amém!!
Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...