15 maio 2012

Uma súplica por Nossa Igreja


Ó Senhor, por meio da verdade de tua Palavra, pelo poder de teu Espírito e pelo ministério de teu corpo, levanta homens e mulheres em nossa igreja que:

não amam o mundo mais do que a Ti,
não se afadigam somente para ganhar muito dinheiro,
não se inquietem se não possuem uma casa,
não se amofinam se não têm um carro novo ou dois carros,
não precisam seguir estilo de vida mundanos,
não se perturbam se não são famosos,
não sentem falta de comidas finas ou banquetes,
não esperam que a vida seja confortável e sossegada,
não alimentam sua mente com TV todas as noites,
não medem a verdade com as tendências do momento,
não ficam paralisados antes a desaprovação dos outros,
não retribuem o mal com o mal,
não guardam rancores,
não torcem a verdade,
não se orgulham nem se vangloriam,
não choramingam, nem usam linguagem corporal para serem vistos com piedade,
não criticam mais do que elogiam,
não se prendem a grupos fechados,
não comem muito ou se exercitam pouco,
mas, em vez disso,
são entusiasmados por Deus,
são completamente inundados com Deus,
são cheios do Espírito Santo,
se esforçam para conhecer a largura e a profundidade do amor de Cristo,
estão crucificados para o mundo e mortos para o pecado,
estão purificados pela palavra e norteados por retidão,
são poderosos em memorizar e usar as escrituras,
guardam o dia do Senhor como um dia Santo e restaurador,
são contristados pela consciência do pecado,
são comovidos pela maravilha da graça gratuita,
são pasmados, ao ponto de silêncio, pela riquezas da gloria de Deus,
perseveram constantemente em oração,
são emplacáveis em negar-se a se mesmo,
são destemidos no testemunho público do senhorio de Cristo,
são capazes de desmascarar o erro e dissipar o nevoeiro da doutrinário,
são resolutos em permanecer firmes ao lado da verdade,
são gentis em tocar o coração das pessoas,
têm paixão por alcançar as pessoas de fora da igreja,
são a favor da vida, por amor aos bebês, às mães, aos pais e as à gloria de Deus,
cumprem todas as promessas, incluindo os votos de casamento,
contentam-se com o que têm e confiam nas promessas de Deus,
são pacientes, amáveis e mansos, quando a vida é árdua.

                     Extraído do livro provai e vede, pag 245 de John PiPer
Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...