25 junho 2011

Pai de siamesas pede que filhas tenham direito de morrer


Patna (Índia) - O indiano Mohammed Shakeel, pai das gêmeas siamesas Saba e Farah, de 15 anos, está fazendo um apelo ao governo da Índia para permitir a morte das adolescentes - que sofrem de dores extremas na cabeça e nas juntas, já que nasceram com o crânio fundido, além de desenvolverem problemas na fala com a idade. Mohammed conta que não tem mais como bancar os tratamentos das filhas.

O indiano descreve a condição das filhas como "tão desesperadora que o governo deveria deixar que elas morressem". Ele chegou a levar as gêmeas a vários especialistas renomados para encontrar uma forma de separá-las. Os médicos descobriram, porém, que as duas dividiam uma artéria vital no cérebro, além dos dois rins, localizados apenas no corpo de Farah. Os especialistas disseram, ainda, que precisariam ser realizadas seis cirurgias para separá-las e a chance de um não sobreviver era de uma em cinco. 

O pai decidiu, então, não correr o risco. A dependência dos rins de Farrah está causando perda de peso e pressão alta nas duas. "Tudo o que queremos é que, ou o governo disponibilize um tratamento para elas, ou permita que elas morram e parem de sofrer", disse o pai ao jornal Daily Telegraph . O irmão das gêmeas também contou que as meninas sofrem com dores insuportáveis durante todo o tempo em que estão acordadas.
                                                   O Dia Online / Notícias Inusitadas/O guarda de Israel
Reações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...